WIX_arteeculturaemcasa_exposicao.jpg
Clodair Edenilson Borin:
Pigmentos

A proposta do artista é oferecer ao observador imagens dotadas de profundidade, densidade e precisão na captura do sentimento, por meio da representação fiel de cores e do contraste de claro e escuro, ao retratar a natureza que nos cerca.

Sem tema específico que as una, as obras apresentadas se constituem de retratos de pessoas e animais, propiciando a contemplação pura e simples, deixando-se de lado a busca por grandes significados ou sentidos ocultos nas pinturas. Suas obras trazem uma mensagem clara: a veneração da beleza natural em todo o seu esplendor.

Este amante das visitas aos Museus europeus, em seu processo criativo inspira-se nos mestres da pintura do século XIX dos quais tem predileção por John Singer Sargent, William-Adolphe Bouguereau e Pedro Américo, sem perder de vista também os grandes artistas modernos dos quais cita Norman Rockwell, José Rosário e Andrew Tischler.

A exposição é composta por 14 telas que se constituem, em verdade, na quase totalidade de sua produção desde que enveredou-se na pintura em  2019.