MicrosoftTeams-image (20).png
D. Ottoni:
Graffiti na Arte Educação Ambiental

A exposição virtual "Graffiti na Arte Educação Ambiental" traz uma amostra de painéis de minha autoria, utilizando a linguagem do graffiti (spray, aerógrafo ou pistola gravitacional), desde 1996. 

 

Embora minha produção artística utilize variadas técnicas e suportes, utilizo também a linguagem do graffiti pela possibilidade de criação de painéis e de poder compartilhar o conhecimento que adquiri em alguns anos de prática.

 

Outros aspectos que julgo importantes sobre o graffiti, como um elemento da Arte Educação Ambiental, são as questões sociais e de segurança pública inseridas nessa linguagem: 

  • Social - Trazer diversas possibilidades artísticas, profissionais, educativas e culturais para jovens talentos de comunidades carentes, com potencial e vontade de se inserir e se dedicar à arte urbana;

  •  Segurança Pública - O graffiti é reconhecido como um dos meios mais eficazes para evitar preventivamente a prática e envolvimento dos jovens com o crime ambiental de pichação, tipificado na Lei de crimes ambientais 9.605/98 no artigo 65, pois, a pichação é uma das portas de entrada para o envolvimento com diversos outros crimes de maior potencialidade.

 

Além de tudo, o graffiti tem o poder de “quebrar” o cinza tão comum das grandes cidades, tornando a arte muito mais democrática e acessível à toda população. Enfim, "Graffiti na Arte Educação Ambiental" se refere a toda e qualquer arte urbana que vemos nas cidades. Desse modo, a Arte promove a educação, colore paredes e muros, potencializa talentos, se ocupa do meio ambiente e melhora visualmente o ambiente urbano, além de todos os aspectos sociais benéficos à vida em comunidade.